Mais previsões: Meteorologia em Lisboa

MENU

blogrgs-46

Municípios de Pernambuco terão apoio financeiro e metas para redução da violência

Localidades com maior número de crimes vão receber mais atenção do Estado e municípios – SEVERINO SOARES/JC IMAGEM Com aumento dos crimes, governo estadual vai criar sistema de governança para melhorar integração com prefeituras nas ações de segurança Cadastrado porRaphael Guerra Em meio ao aumento das mortes violentas intencionais observado no primeiro trimestre deste ano, o governo de Pernambuco deve avançar na integração com as prefeituras para ampliar ações de prevenção aos crimes. Um grupo de trabalho foi instituído para criar um sistema de governança, iniciativa nunca vista na área da segurança pública estadual. De acordo com o secretário estadual de Planejamento, Gestão e Desenvolvimento Regional, Fabrício Marques, o sistema de governança vai ajudar o Estado a entender que tipo de apoio precisa ser dado aos municípios para contribuir com a redução da violência. “Esse apoio pode ser em infraestrutura, em compra de equipamentos, iluminação pública e até na relação entre a Guarda Municipal e Polícia Militar”, explicou, em entrevista à coluna Segurança. Marques destacou que representantes das prefeituras já estão participando de reuniões do Juntos pela Segurança e pontuando os principais problemas a serem enfrentados, sobretudo nas localidades consideradas “mais quentes”, ou seja, com maior número de mortes violentas intencionais e crimes contra o patrimônio.

Leia mais

Governador adverte sobre golpes em doações para vítimas das chuvas no RS

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), alertou a população contra golpes relacionados às doações destinadas às vítimas das recentes chuvas que assolaram o Estado. Cerca de R$ 38 milhões já foram doados através do canal de doações SOS Rio Grande do Sul, por meio do Pix, mas a solidariedade enfrenta ameaças de aproveitadores.   Leite destacou a existência de golpes relacionados ao canal de doações SOS Rio Grande do Sul, utilizando a chave Pix com o CNPJ 92.958.800/0001-38. Ele enfatizou que o verdadeiro destinatário das doações é o SOS Rio Grande do Sul, com o Banrisul como instituição intermediária.   As doações são provenientes tanto de pessoas físicas quanto jurídicas e os recursos serão integralmente direcionados ao apoio humanitário das comunidades afetadas pelas enchentes. As autoridades reportaram, até o momento, 78 mortes e 108 pessoas desaparecidas em decorrência das fortes chuvas, que já impactaram 341 dos 497 municípios do Estado.

Leia mais

Lula garante verba para reconstrução de estradas no Rio Grande do Sul

Presidente sobrevoou a região metropolitana de Porto Alegre, neste domingo (5), acompanhado representantes dos Três Poderes Cadastrado porAgência Brasil A reconstrução das rodovias destruídas pelas enchentes no Rio Grande do Sul terá apoio do governo federal, inclusive das estradas administradas pelo estado, disse neste domingo (5) o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Acompanhado de uma comitiva de representantes dos Três Poderes, Lula disse que as verbas estão garantidas e prometeu reduzir a burocracia para as obras. “Eu sei que o estado tem uma situação financeira difícil, sei que tem muitas estradas com problema. Quero dizer que o governo federal através do Ministério dos Transporte vai ajudar vocês a recuperarem as estradas estaduais”, afirmou Lula em pronunciamento após sobrevoar a região metropolitana de Porto Alegre, acompanhado do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira; do Senado, Rodrigo Pacheco; e do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF). “Não haverá impedimento da burocracia para que a gente recupere a grandeza deste estado”, destacou Lula, que também pediu que as autoridades públicas, de agora em diante, atuem de maneira preventiva para reduzir o impacto de eventos climáticos extremos. “É preciso que a gente pare de correr atrás da desgraça. É preciso

Leia mais

Quase 850 mil pessoas são afetadas por chuvas no Rio Grande do Sul

Boletim divulgado na noite deste domingo (5) informou que há 78 mortos e mais quatro em investigação. Outras 105 pessoas seguem desaparecidas Cadastrado porAgência Brasil Quase 850 mil pessoas (844.673) foram impactadas até o momento pelas chuvas fortes que atingem o Rio Grande do Sul desde a semana passada.  O boletim mais recente da Defesa Civil – divulgado às 18h deste domingo (5) – indica que há 78 mortes confirmadas e pelo menos mais quatro em investigação. O número de feridos é de 175 e há 105 desaparecidos. Por causa do mau tempo, 134.331 pessoas tiveram de abandonar as casas em que vivem, sendo que 115.844 estão desalojadas e outras 18.487 vivem em abrigos. Dos 497 municípios gaúchos, 341 foram afetados por alguma ocorrência relacionada às chuvas. A última catástrofe ambiental no Rio Grande do Sul foi em setembro de 2023, quando 54 pessoas morreram depois da passagem de um ciclone extratropical. Agora, o total de mortes está bem acima do anterior e é considerado por autoridades como o pior desastre climático da história gaúcha. Serviços de infraestrutura No boletim mais recente, também há informações sobre os serviços de infraestrutura estaduais, reunidos pelas Secretarias do Meio Ambiente e Infraestrutura, de

Leia mais

Chuvas no Sul do Brasil afetam 781 mil pessoas no RS; mortes sobem para 75

420 mil pontos no estado seguem sem energia elétrica  – Foto: Lauro Alves / Secom Dos 497 municípios gaúchos, 334 foram afetados pelas fortes chuvas Por Agência Brasil As fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul desde a semana passada já afetaram mais de 780,7 mil pessoas. Até o momento, 75 pessoas morreram, de acordo com o último boletim da Defesa Civil divulgado às 12h deste domingo (5). Outros seis óbitos ainda estão em investigação e 155 pessoas ficaram feridas. Há ainda 103 pessoas desaparecidas. O número de óbitos superou a última catástrofe ambiental do estado em setembro de 2023, quando 54 pessoas perderam a vida devido a passagem de um ciclone extratropical. As autoridades afirmam que este é o pior desastre climático da história gaúcha. As chuvas também obrigaram 95,7 mil pessoas a abandonarem suas casas, entre 104,6 mil desalojados e 16,6 mil desabrigados. Dos 497 municípios gaúchos, 334 foram afetados pelas fortes chuvas, o que representa 67,2% das cidades do estado. Leia também • Papa Francisco presta solidariedade ao Rio Grande do Sul: “Garanto-lhes a minha oração” • CNU: governo vai esperar situação no Sul ser normalizada antes de definir nova data • Ao menos 72 mortos e 103 desaparecidos nas enchentes no Sul, diz Defesa Civil Nacional

Leia mais

Preços de presentes para o Dia das Mães podem variar até mais de 300% em PE

Com a aproximação do Dia das Mães, o Procon de Pernambuco realizou uma pesquisa que revela uma variação de até 307,12% no preço de um mesmo produto em diferentes estabelecimentos. O levantamento, realizado entre os dias 22 e 25 de abril, incluiu 54 itens em 34 estabelecimentos comerciais da capital, incluindo os Shoppings Recife e Rio Mar.   A pesquisa abrangeu uma variedade de itens, desde perfumes e flores até smartphones e serviços de estética corporal. O objetivo é auxiliar o consumidor na hora da compra, oferecendo uma visão ampla dos preços praticados no mercado.   Entre os produtos pesquisados, a prancha/chapinha de cabelo bivolt 200° graus apresentou a maior variação, com preços variando de R$ 139 a R$ 565,90. Outros itens com variações significativas incluem o relógio Apple Watch SE, com preços entre R$ 2.795,00 e R$ 3.569,00, e sessões de drenagem linfática e massagem relaxante, com preços variando de R$ 130,00 a R$ 369,00 e de  R$ 160,00 a R$ 369,00, respectivamente.   Para aqueles que planejam presentear com uma cesta de café da manhã ou um buquê de flores, a pesquisa também traz opções. Uma cesta de café da manhã, composta por diversos itens, está custando cerca

Leia mais
blogrgs-46

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2024