Mais previsões: Meteorologia em Lisboa

MENU

blogrgs-46

Lula garante verba para reconstrução de estradas no Rio Grande do Sul

Presidente sobrevoou a região metropolitana de Porto Alegre, neste domingo (5), acompanhado representantes dos Três Poderes Cadastrado porAgência Brasil A reconstrução das rodovias destruídas pelas enchentes no Rio Grande do Sul terá apoio do governo federal, inclusive das estradas administradas pelo estado, disse neste domingo (5) o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Acompanhado de uma comitiva de representantes dos Três Poderes, Lula disse que as verbas estão garantidas e prometeu reduzir a burocracia para as obras. “Eu sei que o estado tem uma situação financeira difícil, sei que tem muitas estradas com problema. Quero dizer que o governo federal através do Ministério dos Transporte vai ajudar vocês a recuperarem as estradas estaduais”, afirmou Lula em pronunciamento após sobrevoar a região metropolitana de Porto Alegre, acompanhado do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira; do Senado, Rodrigo Pacheco; e do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF). “Não haverá impedimento da burocracia para que a gente recupere a grandeza deste estado”, destacou Lula, que também pediu que as autoridades públicas, de agora em diante, atuem de maneira preventiva para reduzir o impacto de eventos climáticos extremos. “É preciso que a gente pare de correr atrás da desgraça. É preciso

Leia mais

Quase 850 mil pessoas são afetadas por chuvas no Rio Grande do Sul

Boletim divulgado na noite deste domingo (5) informou que há 78 mortos e mais quatro em investigação. Outras 105 pessoas seguem desaparecidas Cadastrado porAgência Brasil Quase 850 mil pessoas (844.673) foram impactadas até o momento pelas chuvas fortes que atingem o Rio Grande do Sul desde a semana passada.  O boletim mais recente da Defesa Civil – divulgado às 18h deste domingo (5) – indica que há 78 mortes confirmadas e pelo menos mais quatro em investigação. O número de feridos é de 175 e há 105 desaparecidos. Por causa do mau tempo, 134.331 pessoas tiveram de abandonar as casas em que vivem, sendo que 115.844 estão desalojadas e outras 18.487 vivem em abrigos. Dos 497 municípios gaúchos, 341 foram afetados por alguma ocorrência relacionada às chuvas. A última catástrofe ambiental no Rio Grande do Sul foi em setembro de 2023, quando 54 pessoas morreram depois da passagem de um ciclone extratropical. Agora, o total de mortes está bem acima do anterior e é considerado por autoridades como o pior desastre climático da história gaúcha. Serviços de infraestrutura No boletim mais recente, também há informações sobre os serviços de infraestrutura estaduais, reunidos pelas Secretarias do Meio Ambiente e Infraestrutura, de

Leia mais

Chuvas no Sul do Brasil afetam 781 mil pessoas no RS; mortes sobem para 75

420 mil pontos no estado seguem sem energia elétrica  – Foto: Lauro Alves / Secom Dos 497 municípios gaúchos, 334 foram afetados pelas fortes chuvas Por Agência Brasil As fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul desde a semana passada já afetaram mais de 780,7 mil pessoas. Até o momento, 75 pessoas morreram, de acordo com o último boletim da Defesa Civil divulgado às 12h deste domingo (5). Outros seis óbitos ainda estão em investigação e 155 pessoas ficaram feridas. Há ainda 103 pessoas desaparecidas. O número de óbitos superou a última catástrofe ambiental do estado em setembro de 2023, quando 54 pessoas perderam a vida devido a passagem de um ciclone extratropical. As autoridades afirmam que este é o pior desastre climático da história gaúcha. As chuvas também obrigaram 95,7 mil pessoas a abandonarem suas casas, entre 104,6 mil desalojados e 16,6 mil desabrigados. Dos 497 municípios gaúchos, 334 foram afetados pelas fortes chuvas, o que representa 67,2% das cidades do estado. Leia também • Papa Francisco presta solidariedade ao Rio Grande do Sul: “Garanto-lhes a minha oração” • CNU: governo vai esperar situação no Sul ser normalizada antes de definir nova data • Ao menos 72 mortos e 103 desaparecidos nas enchentes no Sul, diz Defesa Civil Nacional

Leia mais

Preços de presentes para o Dia das Mães podem variar até mais de 300% em PE

Com a aproximação do Dia das Mães, o Procon de Pernambuco realizou uma pesquisa que revela uma variação de até 307,12% no preço de um mesmo produto em diferentes estabelecimentos. O levantamento, realizado entre os dias 22 e 25 de abril, incluiu 54 itens em 34 estabelecimentos comerciais da capital, incluindo os Shoppings Recife e Rio Mar.   A pesquisa abrangeu uma variedade de itens, desde perfumes e flores até smartphones e serviços de estética corporal. O objetivo é auxiliar o consumidor na hora da compra, oferecendo uma visão ampla dos preços praticados no mercado.   Entre os produtos pesquisados, a prancha/chapinha de cabelo bivolt 200° graus apresentou a maior variação, com preços variando de R$ 139 a R$ 565,90. Outros itens com variações significativas incluem o relógio Apple Watch SE, com preços entre R$ 2.795,00 e R$ 3.569,00, e sessões de drenagem linfática e massagem relaxante, com preços variando de R$ 130,00 a R$ 369,00 e de  R$ 160,00 a R$ 369,00, respectivamente.   Para aqueles que planejam presentear com uma cesta de café da manhã ou um buquê de flores, a pesquisa também traz opções. Uma cesta de café da manhã, composta por diversos itens, está custando cerca

Leia mais

Retomada do Minha Casa Minha Vida aquece mercado imobiliário

Lançado novamente em 2023, o programa tem estimulado o setor com suas novas regras e também redução na taxa de juros Por Rebeka Vilaça “O programa Minha Casa Minha Vida zerou o estoque da Caixa Econômica Federal por causa do novo regramento e da redução dos juros”. A informação da advogada e especialista em Direito Imobiliário, Celina Pessoa, mostra o impacto do relançamento do MCMV no mercado imobiliário. “Os juros baixos fizeram com que a população aproveitasse a oportunidade”, conta a especialista. Além disso, o programa está permitindo que imóveis que não estavam sendo vendidos por causa do alto valor, sejam comercializados com mais facilidade. Lançado em 2009, o Minha Casa Minha Vida possibilitou o acesso à moradia para milhares de brasileiros. Depois de quatro anos com regras diferentes (inclusive com outro nome), ele foi retomado em 2023, ganhou novas regras, e serviu como novo estímulo ao mercado imobiliário. As mudanças tiveram o objetivo de ampliar o alcance do MCMV. De acordo com Celina Pessoa, a primeira alteração – relacionada à Faixa 1 Urbana, que atende pessoas com renda familiar bruta de até R$ 2.640 – é o direito a um subsídio de até 95% do valor do imóvel. “As famílias da Faixa 1, com

Leia mais

‘Farra do desconto’ em aposentadorias fatura R$ 2 bi em 1 ano

Um escândalo revelado pelo Site Metrópoles expõe uma prática que tem lesado milhares de aposentados em todo o país: a farra dos descontos indevidos em benefícios previdenciários, que gerou um faturamento astronômico de mais de R$ 2 bilhões apenas no último ano. Dados obtidos com exclusividade através da Lei de Acesso à Informação revelam que entidades parceiras do INSS, supostamente sem fins lucrativos, respondem a dezenas de milhares de processos judiciais por aplicarem cobranças ilegais, muitas vezes sem autorização dos beneficiários.   Essas associações, que supostamente oferecem serviços em troca das contribuições, viram seu faturamento mensal triplicar, saltando de R$ 85 milhões para R$ 250 milhões. O problema é que muitos aposentados alegam terem sido filiados a essas entidades sem consentimento, o que os leva a acionar a justiça para recuperar os valores descontados indevidamente.   Além disso, uma investigação detalhada revelou que parte dessas associações está ligada a esquemas fraudulentos, com presidentes “laranjas” e supostos serviços que não são prestados. O escândalo envolve até mesmo empresas ligadas a figuras investigadas em casos de corrupção, lançando luz sobre a falta de controle e fiscalização por parte das autoridades responsáveis.

Leia mais
blogrgs-46

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2024