Mais de meio milhão de inscritos farão as provas do “Enem dos concursos” de form

a gratuita, de acordo com o governo federal. O Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) recebeu 662.018 pedidos de isenção da taxa de inscrição e, destes, 517.468 já foram aceitos, informou o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos nesta segunda-feira (29).

O prazo para pedir a isenção da taxa de inscrição terminou na última sexta (26). Têm direito ao benefício inscritos no CadÚnico ou membros de família de baixa renda, doadores de medula óssea e bolsistas do Prouni ou Fies. Agora, os candidatos podem conferir se os seus pedidos foram aceitos ou não no site oficial de inscrição. É necessário fazer login com a conta gov.br.

As outras 144.555 pessoas que tiveram o pedido inicial negado têm até esta terça-feira (30) para recorrer. Todo o processo é pela internet, e a análise do recurso será feita até o dia 5 de fevereiro, com publicação do resultado final no dia 6.

A partir disso, quem teve o recurso negado definitivamente terá até o dia 9 de fevereiro para fazer o pagamento da inscrição. A taxa é de R$60 para vagas de nível médio e de R$90 para ensino superior.

Para se inscrever, o candidato deve acessar sua conta na plataforma Gov.br. Em seguida, é necessário preencher os formulários e anexar os documentos exigidos no edital. No momento da inscrição, o candidato vai escolher um dos oito blocos temáticos.

A Fundação Cesgranrio, instituição selecionada como banca organizadora, desenvolveu o portal exclusivo para a aplicação do CPNU. Um TUTORIAL em PDF está disponível para baixar, com todos os detalhes do sistema de inscrição.