Concurso da Polícia Militar de Pernambuco vai preencher 5.250 vagas, o dobro da promessa inicial

thumbnail_FOTO-PM

Diante do déficit histórico de profissionais, governo de Pernambuco decidiu ampliar o número de convocações

Diante do déficit histórico de profissionais da segurança pública e do aumento da violência, o governo de Pernambuco decidiu dobrar o número de candidatos que serão convocados no concurso da Polícia Militar que está em andamento. Nesta quarta-feira (7), foi publicado um aditivo ampliando a quantidade de vagas de 2.550 para 5.250.

De acordo com o governo estadual, serão abertas 2.400 vagas a mais para soldados, ou seja, o dobro da previsão inicial, e 150 para 2º tenente.

“A decisão de abrir novas vagas para o concurso da Polícia Militar dá seguimento à reestruturação das forças de segurança do Estado, iniciada no ano passado, e vai fortalecer o trabalho de policiamento nas ruas de todo Estado, somando a uma série de iniciativas que vêm sendo tomadas desde o início do nosso Governo”, declarou a governadora Raquel Lyra.

Atualmente, o efetivo da Polícia Militar de Pernambuco é de cerca de 16 mil profissionais na ativa. O ideal, no entanto, seriam ao menos 27 mil. Isso significa que, mesmo com a ampliação do número de vagas, o déficit permanecerá na corporação.

O reforço é mais que necessário. Basta observar os números da violência no primeiro mês de 2024 em Pernambuco. De acordo com estatísticas da Secretaria de Defesa Social (SDS), 359 mortes violentas letais intencionais foram registradas em janeiro. Houve um aumento de 24,22% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 289 assassinatos foram somados.

Esse foi o mês com maior número de mortes violentas desde o início do governo Raquel Lyra. Além disso, foi o pior resultado desde março de 2020, quando 363 pessoas foram assassinadas.

CHAMADAS EXTRAORDINÁRIAS

A convocação de mais candidatos no concurso da Polícia Militar de Pernambuco poderá abranger até três chamadas extraordinárias com 800 candidatos cada, para o cargo de soldado, e até uma chamada extraordinária de 150 candidatos para o cargo de 2° tenente, todas condicionadas à existência de vagas e à expressa autorização da Câmara de Política de Pessoal.

Segundo a secretária estadual de Administração, Ana Maraíza, “a meta é contratar todos os selecionados, sem, no entanto, ultrapassar o limite de despesa com pessoal previsto em lei”, informou a titular da pasta.

A primeira etapa do concurso da Polícia Militar já aconteceu em janeiro. O resultado ainda será divulgado.

 

REFORÇO NA SEGURANÇA

Desde janeiro de 2023, foram abertas 6.569 vagas em concursos públicos, sendo 5.250 para a Polícia Militar, 660 para o Corpo de Bombeiros, 445 para a Polícia Civil e 214 para a Polícia Científica.

O anúncio das 214 vagas para a Polícia Científica foi feito no dia 6 de novembro do ano passado. Serão 77 vagas para o cargo de agente de medicina legal, 60 para médico legista e 77 para perito criminal. Ainda em novembro, no dia 11, o Governo publicou o edital do concurso público para a Polícia Militar e Bombeiro Militar do Estado.

Já o concurso da Polícia Civil terá 445 vagas, sendo 250 para o cargo de agente de polícia, 150 para escrivão e 45 para delegados. As provas deverão ser realizadas este mês.

 

TELEFONES

(87) 3873 1857

(87) 9 9642-7899

kleidinhamaozita2@gmail.com

BR 316, KM 21,7 – S/N, Vila Conceição — Araripina – PE