Ramos, Mourão, Braga Netto e Heleno recebem salário de mais de R$ 100 mil

20210726171426550395i
Os generais da reserva do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que ocupam cargos no primeiro escalão do Planalto, chegam a receber, por mês, um salário líquido de mais de R$ 100 mil. É o que aponta o colunista Guilherme Amado.
O maior vencimento dos generais é o do ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, que recebeu, em juNho, R$ 111 mil.
Em seguida, estão o vice-presidente Hamilton Mourão, que ganhou R$ 108 mil, e Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional, que recebeu R$ 107 mil.
O ministro da Casa Civil, Braga Netto, recebeu, em junho, uma quantia de R$ 106 mil.
  1. Luiz Eduardo Ramos, ministro da Casa Civil: R$ 111,2 mil
  2. Hamilton Mourão, vice-presidente da República: R$ 108,7 mil
  3. Augusto Heleno, ministro do GSI: R$ 107,2 mil
  4. Braga Netto, ministro da Defesa: R$ 100,6 mil
De acordo com o colunista, os valores foram altos porque esses generais receberam extra parcela do 13º salário e pagamentos retroativos desde abril, quando o governo liberou remuneração acima do teto salarial, hoje de R$ 39,2 mil.
Todos os generais ganham mais que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que recebe cerca de  R$ 32 mil.